Skip to main content

O Princípio Do Bem E O Horror Ao Mal...

Cap. 12
Ó estúpido amor-próprio, tola vaidade e louco orgulho, quando sereis substituídos
pela caridade cristã, pelo amor do próximo e pela humildade que o Cristo exemplificou e
preceituou? Só quando isso se der desaparecerão esses preceitos monstruosos que ainda
governam os homens, e que as leis são impotentes para reprimir, porque não basta interditar o
mal e prescrever o bem; é preciso que o princípio do bem e o horror ao mal morem no
coração do homem. - Um Espírito protetor. (Bordéus, 1861.)